Campos: Agricultura recebe seis novos veículos 0Km

A agricultura, setor considerado de grande potencial no município, recebeu da administração municipal mais um apoio. Seis carros 0K foram entregues nesta sexta-feira (12) pelo prefeito Wladimir Garotinho ao secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Júnior. Os veículos fazem parte do Programa de Recuperação e Renovação da frota municipal, desenvolvido pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos.

Para o prefeito Wladimir Garotinho, a aquisição dos veículos destinados à Agricultura é mais um avanço. “Aos poucos estamos conseguindo avançar. Quando assumimos a secretaria não havia nenhum carro, nem máquina agrícola para atender ao produtor rural. Esses seis novos veículos vão levar a equipe técnica ao interior, atendendo aos produtores rurais com auxílio técnico, assim vamos desenvolver ainda mais nosso potencial”.

Almy fala da importância dos veículos para a pasta. “Recebemos a secretaria sem nenhum carro. Esses são os seis primeiros e vamos receber outros seis para atender a secretaria, que estava trabalhando com carros emprestados. O município é muito grande e precisamos circular em toda área rural para auxiliar nossos produtores no suporte técnico. É mais um avanço. Agradeço ao prefeito Wladimir Garotinho e ao secretário de Administração pela sensibilidade e parceria para melhorar nosso serviço junto aos nossos agricultores”, diz.

O secretário de Administração, Wainer Teixeira, explica que, no início de 2021, a Prefeitura tinha 288 veículos, sendo 80% sem condição de uso. “Desenvolvemos o Programa de Recuperação e Renovação da Frota Municipal. Iniciamos o primeiro módulo com a aquisição de 70 veículos, com recursos próprios, 17 com recurso Federal e outros 12 com recurso Estadual. Com a entrega de hoje, estamos ultrapassando o número 100 novos veículos para o município. Em paralelo, há o Programa Treinarh que ainda neste mês de agosto vai oferecer sete cursos para capacitar e qualificar nossos mais de 300 motoristas. Estamos cuidando de pessoas e do patrimônio público”, finaliza.

Comentários